(81) 3204-2028 | contato@grupoavancar.net.br
planeta-terra-animais-papel-carta-da-terra

Não tem mais como negar o adoecimento notável de todo o Planeta Terra. Poluição do ar, mares, o perigoso aquecimento global e a fome, são grandes exemplos. Entretanto, está muito longe de ser só as questões citadas acima. Quais atitudes tomar, a partir desse quadro degradativo que se encontra o meio ambiente? Hoje, nossa conversa será falar tudo sobre a importante Carta da Terra.

 

Um problema considerado já estrutural e que vem acontecendo há décadas, a poluição do meio ambiente e desigualdade social, está se tornando cada vez mais um enorme problema. Nada melhor que usarmos o Dia Mundial do Meio Ambiente, para alertar a importância da consciência da humanidade em relação aos cuidados necessários com o Planeta Terra e também com a desigualdade social criada a partir dos nossos hábitos, sistema e descuidados com o outro.

 

Então, se você quiser aprender o que é a Carta da Terra, qual a importância dela para um Mundo melhor e técnicas divertidas para ensinar sobre a carta para as nossas crianças

 

Venha com a gente nesse bate papo super valioso! 

 

O que é a Carta da Terra?

A Carta da Terra,  é um Marco constituído por muitos países, organizações e instituições. Uma famosa declaração da necessidade em se criar princípios baseados na ética, para a construção de um novo Mundo, no século XXI. Quem não quer uma sociedade mundial construída na justiça, sustentabilidade e paz? Esse é o grande intuito desta carta.

 

A Carta da Terra busca não só instruir, mas também incitar todas as nações a dar um novo sentido nos hábitos sociais. Esta movimentação para um novo Mundo, deve ser uma responsabilidade compartilhada por todos. Da maneira que está, teremos sérios problemas em um futuro bem próximo. 

 

O foco da Carta da Terra está em buscar o bem-estar humano como um todo, independente de raças e crenças. Mais ainda, a carta tem como foco a necessidade de um Planeta voltado a hábitos sustentáveis e também para a sobrevivência das vidas futuras. Sem dúvidas, a Carta da Terra é uma declaração, acima de tudo, de esperança.

 

Esta carta é considerada um marco central dos últimos tempos, no que tange a chamada para um sistema inclusivo e de maneira total voltado a ética na busca de um Mundo sustentável. A Carta da Terra interligar a necessidade de salvar-se o Meio Ambiente e diminuir as desigualdades sociais. Erradicar a pobreza, focar em uma proteção ambiental, dar valor aos Direitos humanos, fomentar a Democracia e que todo esse processo seja feito através da paz.  

 

Como foi feita a Carta da Terra?

 

 

Tudo começou através de um projeto criado a partir das  Nações Unidas, mas não terminou apenas nela. A Carta da Terra foi feita a partir de toda uma década baseada na busca de um diálogo multicultural, compartilhando valores e objetivos comuns. 

 

Vale ressaltar que a Carta da Terra se desenvolveu entre uma iniciativa global de toda a sociedade civilizatória. Está também é chamada de “a Carta dos Povos”. A Carta dos Povos foi divulgada nos anos 2000, através da Comissão da  Carta da Terra, uma instituição tida como internacional e com diretrizes independentes. 

 

Um dos pontos mais importantes e diferenciais desta carta, é que mais de 4.500 organizações e instituições, entre elas governamentais a nível internacional aderiram a suas diretrizes e estabelecidos. Toda essa comunhão gerou legitimidade e força a Carta dos Povos. Um verdadeiro marco do guia ético.

 

Quando a Carta da terra foi criada?

As conversas necessidades percebidas acerca da Carta da Terra começou no RIO-92. Para você que não sabe, o Rio-92 foi uma conferência das Nações Unidas, com foco total no Meio Ambiente e Desenvolvimento sustentável.

 

Realizada na cidade do Rio de Janeiro, especificamente em junho de 1992, o Rio-92 baseou-se em uma “nova perspectiva para a época”, as chamadas formas de desenvolvimento sustentável. A conferência contou com mais de 100 chefes de Estados e também se apresentou como um marco importante para o Planeta.

 

Entretanto, como dissemos acima, apenas nos anos 2000 a Carta do povo tomou o Mundo e realmente ganhou força. Diversas instituições, Países e organizações tomaram ela como uma construção ética de um novo mundo, baseado na melhora do ser humano, pelo futuro da espécie e do próprio Planeta.

 

Por que criar a chamada Carta da Terra?

 

Com toda destruição do Meio ambiente causada por nós seres humanos, tornou-se imprescindível tomarmos atitudes para diminuir e reparar os danos causados. Com um estilo de vida baseado no consumo exacerbado e as erradas maneiras de descarte de nossos lixos, o tendencial é ter uma piora nas próximas décadas. O Brasil, por exemplo, é o quarto país do Mundo, que mais produz lixo na Terra.  

 

O cuidado com o Meio Ambiente é fundamental para os dias atuais e nossas gerações futuras, mas não pode ser nossa única ação. De acordo com o Jornal El País, 1% da população Mundial concentra metade de toda a riqueza do Planeta. A fome, falta de saneamento básico e propagação de doenças em países considerados de terceiro Mundo, ainda é muito grande. 

 

Logo, não tem como afirmarmos que tudo está caminhando bem, quando animais estão sendo extintos, quando seres humanos ainda passam fome e o desmatamento continua sendo visto como algo “natural”.

 

A necessidade de não só criar, mas seguir afinco a Carta dos Povos fará total diferença em um futuro próximo. O não seguimento das diretrizes citadas na Carta, colocará em risco a fauna, flora, o Planeta e toda a espécie humana. Ou mudamos, ou estaremos colocando toda beleza da existência em risco de erradicação. 

 

Principais pontos da Carta da Terra

Sem dúvidas, a Carta da Terra é o sonho da maioria de nós seres humanos. Seria a luta para o fim de muitos males vividos por uma boa parte do Mundo. É uma grande pena que ainda não conseguimos colocar planos diretos e reais para que a Carta da Terra seja cumprida. Entretanto, é com muita alegria e esperança que apontaremos a você, os 16 princípios básicos da Carta da Terra.

 

Veja a lista dos 16 princípios básicos da Carta da Terra, dívidas em 4 importantes tópicos:

 

I – RESPEITAR E CUIDAR DA COMUNIDADE DA VIDA

 

  1. Respeitar a Terra e a vida em toda sua diversidade.
  2. Cuidar da comunidade da vida com compreensão, compaixão e amor.
  3. Construir sociedades democráticas que sejam justas, participativas, sustentáveis e pacíficas.
  4. Garantir as dádivas e a beleza da Terra para as atuais e as futuras gerações.

 

II – INTEGRIDADE ECOLÓGICA

 

  1. Proteger e restaurar a integridade dos sistemas ecológicos da Terra, com especial preocupação pela diversidade biológica e pelos processos naturais que sustentam a vida.
  2. Prevenir o dano ao ambiente como o melhor método de proteção ambiental e, quando o conhecimento for limitado, assumir uma postura de precaução.
  3. Adotar padrões de produção, consumo e reprodução que protejam as capacidades regenerativas da Terra, os direitos humanos e o bem-estar comunitário.
  4. Avançar o estudo da sustentabilidade ecológica e promover a troca aberta e a ampla aplicação do conhecimento adquirido.

 

III – JUSTIÇA SOCIAL E ECONÔMICA

 

  1. Erradicar a pobreza como um imperativo ético, social e ambiental.
  2. Garantir que as atividades e instituições econômicas em todos os níveis promovam o desenvolvimento humano de forma equitativa e sustentável.
  3. Afirmar a igualdade e a equidade de gênero como pré-requisitos para o desenvolvimento sustentável e assegurar o acesso universal à educação, assistência de saúde e às oportunidades econômicas.
  4. Defender, sem discriminação, os direitos de todas as pessoas a um ambiente natural e social, capaz de assegurar a dignidade humana, a saúde corporal e o bem-estar espiritual, concedendo especial atenção aos direitos dos povos indígenas e minorias.

 

IV – DEMOCRACIA, NÃO VIOLÊNCIA E PAZ

 

  1. Fortalecer as instituições democráticas em todos os níveis e proporcionar-lhes transparência e prestação de contas no exercício do governo, participação inclusiva na tomada de decisões, e acesso à justiça.
  2. Integrar, na educação formal e na aprendizagem ao longo da vida, os conhecimentos, valores e habilidades necessárias para um modo de vida sustentável.
  3. Tratar todos os seres vivos com respeito e consideração.
  4. Promover uma cultura de tolerância, não violência e paz.

 

Você também pode ler a Carta da Terra na íntegra! Ou assistir aos vídeos da Carta da Terra parte 1 e parte 2.

 

Maneiras de ensinar a Carta da Terra para crianças

crianças-plantando-vegetais-aprendizado-meio-ambiente-carta-da-terra-grupo-avancar

Sem dúvidas, uma grande maneira de ajudar com que a Carta da Terra seja cumprida em seus mínimos detalhes, é o ensinamento dos valores contidos na Carta do Povo. As crianças é o futuro de nosso Planeta e a partir delas, é possível acreditar em uma mudança mais concisa e permanente.

 

Separamos duas maneiras bem divertidas de ensinar as nossas crianças um pouco mais sobre o que é e o verdadeiro porque, sobre a Carta da Terra. Temos certeza de que será uma experiência surreal. Mais ainda, ninguém que participar desse momento, sairá como antes. Será realmente uma pessoa com uma nova perspectiva sobre a vida.

Vamos lá? 

História em quadrinhos: Ensinar crianças sobre a Carta da Terra

Se tem uma coisa amada pelas crianças é o ato de desenhar e as famosas histórias! Que tal juntar as duas coisas em uma só? As histórias em quadrinhos é uma ótima maneira de ensinar a uma ou mais crianças sobre a Carta da Terra. A prática será bem simples. Veja o nosso passo a passo:

 

  1. Separe as crianças em 4 grupos.
  2. Dê a cada grupo, um tema de acordo com a Carta da Terra
    • A importância de Respeitar e cuidar da comunidade e vida.
    • A importância dos cuidados com a Natureza.
    • A importância da justiça e Igualdade.
    • A importância da Paz e a Erradicação da Guerra.
  3. Peça para que cada grupo crie uma história em quadrinhos.
  4. É importante que todos participem e ajudem nas tarefas.
  5. Peça que façam desenhos e se possível, escrevam diálogos.
  6. Tente interferir o menos possível.
  7. Ao final, peça que cada grupo apresente a sua história para a turma.

 

Ao final da tarefa, meio a desentendimentos e acordos, temos certeza de que a união falará mais alto. Todos os grupos vão conseguir  entender a importância de construir em grupo e também os valores de cada tópico.

Sabe o que é o mais legal? Você poderá pegar as histórias em quadrinhos de cada grupo e fazer um só livro de quadrinhos. Quem sabe até entregar um livro (pode ser de xerox) para cada criança levar para casa e contar a seus responsáveis. Bem legal, não é mesmo?


Música para ensinar crianças sobre a Carta da Terra


“Quem canta, seus males espanta!”, já diria um verso… Uma das
maneiras bem legais de ensinar crianças sobre a Carta da Terra é através do ato de cantar. Imprima ou escreva em um quadro uma canção que condiz com o tema e crie um coro entre as crianças.

Inicialmente será difícil e confuso. Mas, aos poucos as crianças se entenderam e farão algo realmente emocionante. Quer uma dica de música para ser cantada? Aqui vai uma bem especial:

 

Planeta Coração-música  – João Paulo e Daniel 

 

Se eu pudesse passear com as estrelas

se eu pudesse caminhar sobre este mar 

se eu tivesse o poder de erguer a minha mão 

viajar em torno do mundo sem pegar um avião.

Se eu pudesse acabar com a tristeza e dor e a pobreza

que existe por aí conversar com os animais, colher flores nos quintais

ter certeza que o futuro não vai acabar aqui. 

Eu faria todo mundo ser feliz e se entender 

todo dia um arco-íris colorindo o amanhecer 

a palavra guerra não existiria mais

e nos campos de batalha lindas flores, 

muita paz e dos espaços astronautas pesquisando a imensidão.

 

Dicas de ações para proteger o meio ambiente

 

sala-de-aula-reciclagem-carta-da-terra-grupo-avancar

 

Muitas podem ser as ações ensinadas para todos, com a perspectiva de ajudar o Meio ambiente. Dentro dessa ideia, citaremos a “Lei dos três Erres”. Uma maneira  bem didática de mudar alguns hábitos e ajudar o planeta. Veja abaixo:

 

Reduzir

Que tal reduzir o seu consumo? Sim! Temos uma maneira de consumir de maneira exacerbada. Uma ação bem bacana de ajudar o meio ambiente é Reduzir o consumo. Seja o consumo da água do banho, lavar a louça ou ao escovar os dentes, seja o consumo de roupas ou até o consumo de coisas que você não precisa. 

 

Reutilizar

E o segundo R, fica para identificar a necessidade de Reutilizar! Isso mesmo… Quantas vezes jogamos fora aquilo que ainda daria para ser muito usado? Um tênis que não dá mais no seu pé, pode ajudar a calar outra pessoa. Ou que tal doar um brinquedo? Você também pode usar aquele caderno usado como rascunho… O que você consegue reutilizar?

 

Reciclar

O último e não menos importante R, fica para o ato de Reciclar. A ação de pegar algo que “não tem mais valor” aos olhos de muitos e construir uma coisa a partir daquilo, é realmente um grande passo para ajudar o Meio Ambiente. Que tal criar uma cadeira feita com garrafas pet? Ou então um lustre a partir de uma garrafa de vidro? As chances de criação são incontáveis.

 

Portanto, o artigo sobre a Carta da Terra tornou notável o quanto ainda precisamos melhorar como seres humanos. Seja por nós, pelo futuro da nossa espécie ou pelo Meio Ambiente. As diretrizes escrita na Carta da Terra ajudará bastante a todos nós tornar o Planeta, um Mundo melhor. A Carta da Terra ressaltou a importância de pensarmos no desenvolvimento de maneira sustentável e em um consumo menos desenfreado.

 

Gostou da nossa conversa sobre a Carta da Terra? Então compartilhe nosso artigo em suas redes sociais e ajude a divulgar a importância da Carta do Povo.

Etiquetas:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X